Fui resgatado!

“No dia anterior ao resgate, q140902REZ9320(C)Paulo_Rezende-moduando houve a confirmação de que eu seria ‘o resgatado’, imediatamente veio aquele frio na barriga e o nó na garganta… pensei: Por que fui inventar de me voluntariar? Adoramos enfrentar desafios, mas quando ele está, de fato, à nossa frente, não é nada muito agradável, às vezes até um pouco assustador.

Seria muito mais fácil fazer a cobertura jornalística/mídias sociais do Exercício Operacional CSAR 2014 no pátio da Base Aérea de Campo Grande (BACG), registrando a chegada e saída de aeronaves e utilizando o apoio de computadores e internet na barraca operacional climatizada montada para o Exercício.” leia mais

, , , , ,

Nenhum comentário.

CABAS: Curso de sobrevivência na selva para militares da Força Aérea Brasileira

IMG_2174

“No pernoite isolado, podemos experimentar a sensação de uma situação de sobrevivência…”

Em 2009, uma aeronave C-98 Caravan saiu de Cruzeiro do Sul (Acre) em direção à Tabatinga (Amazonas). Durante o percurso, houve uma falha no motor. Após executar os procedimentos de emergência, o piloto conseguiu planar e pousar no Rio Ituí; localizado na região. Os sobreviventes saíram pela porta traseira da aeronave e nadaram até a margem do rio. O pior parecia ter passado, mas o próximo desafio ainda estava por vir: sobreviver na floresta até o resgate chegar.

leia mais

, , , , , , , , , , ,

1 Comentário

O Esquadrão Pantera na Copa do Mundo de 2014

blackEntre as atribuições da Força Aérea Brasileira  está a manutenção da soberania nacional por meio da defesa do espaço aéreo brasileiro. Para cumprir essas missões, a FAB dispõe de esquadrões aéreos, que trabalham 24 h por dia na proteção dos 22 milhões de km2 que pertencem ao Brasil. Durante a Copa do Mundo de 2014 não foi diferente.

Enquanto as seleções disputavam as partidas da Copa, a nossa Força estava realizando um trabalho invisível, mas essencial para a defesa de um país e de seus visitantes. Para esse trabalho a mais que a FAB faz todos os dias, alguns esquadrões atuaram diretamente nos meses de junho e julho nas regiões dos estádios da Copa. Vamos conhecer agora o trabalho do Esquadrão Pantera, que fica em Santa Maria (RS) . Os H-60 Black Hawk do Pantera atuaram na defesa de todos que torciam nos estádios durante as partidas.  Está preparado?  “Oigalê Fera, PANTERA!”

leia mais

, , , ,

3 Comentários

CDA: o esporte é motivo de orgulho para FAB e para o Brasil

cdaVocê já ouviu falar da Comissão de Desportos de Aeronáutica? A CDA está localizada na cidade do Rio de Janeiro, no Campo dos Afonsos e oferece estrutura para o treinamento de Futebol, Atletismo, Basquetebol, Judô, Badminton, Taekwondo, Voleibol e Tênis. Essa Organização Militar é extremamente importante para a Força Aérea, pois tem como atribuições planejar, organizar, coordenar e orientar as atividades físico-desportivas dos militares da Aeronáutica. Mas o que isso significa exatamente?

Com fundação no ano de 1971, essa OM basicamente centraliza o sistema de educação física e desportos da FAB sendo responsável por dar todo suporte necessário aos atletas profissionais e em potencial da FAB. A CDA também determina e orienta a aplicação do TACF ao efetivo da FAB e aos candidatos dos nossos concursos. Deu pra entender um pouco da responsabilidade da unidade, não é mesmo?

leia mais

, , , , , , ,

Nenhum comentário.

Cenipa: compromisso com a vida

Laboratório de Destroços permite o treinamento do futuro investigador.

Laboratório de Destroços permite o treinamento do futuro investigador.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, o Cenipa, é a organização da Força Aérea Brasileira responsável por investigar os acidentes aeronáuticos ocorridos no Brasil, com aeronaves civis e militares.

Ele existe desde 1971 como órgão central do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Sipaer) e tem sede em Brasília, Distrito Federal.

A atividade de investigação de acidentes aeronáuticos é regida pelo Anexo 13 da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) e tem o objetivo de prevenir acidentes. Esta é a diferença entre a investigação realizada pelo Cenipa e a investigação realizada pela autoridade policial: a finalidade.

leia mais

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário.

Confiança e fidelidade: a relação homem e cão no Canil do BINFAE-BE

5

Treinamento de guarda e proteção.

Para um visitante desavisado, a rotina do efetivo do Pelotão de Cães de Guerra do Batalhão de Infantaria de Aeronáutica Especial de Belém (BINFAE-BE) pode parecer uma atividade lúdica. O treinamento dos cães para emprego nas missões do batalhão envolve brincadeiras, corrida e outra série de ações que trazem alegria para os militares que lá trabalham, mas todas essas atividades tem um objetivo claro: adestrar e manter os cães prontos para atuar na segurança e defesa das instalações e das tropas.

leia mais

, , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário.

Base Aérea de Porto Velho: há 30 anos guardiã da amazônia ocidental

agata 7 - 3Mesmo antes do famoso “discurso do Rio Amazonas”, em que  Getúlio Vargas anuncia mudanças na forma de pensar do Governo Federal sobre a Amazônia Ocidental, a Aeronáutica já participava do processo de integração e desenvolvimento das áreas inacessíveis, por meio das rotas do Correio Aéreo Nacional (CAN).

No ano seguinte à criação do Sétimo Comando Aéreo Regional (VII COMAR), em 1983, foram criadas as Bases de Boa Vista, em Roraima, e a de Porto Velho, em Rondônia. O post dessa semana fala das atividades da Base Aérea de Porto Velho. Vamos acompanhar?

leia mais

, , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário.

BACG, a Força Aérea no coração do Brasil

Foto 8Localizada na região Centro-Oeste, em Mato Grosso do Sul, próxima as fronteiras com o Paraguai e Bolívia, a Base Aérea de Campo Grande (BACG) desempenha papel de grande importância para a Força Aérea Brasileira. Abrigando três Unidades Aéreas e o Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento, o PARA-SAR, transferido para a BACG em 2010, é considerada uma das mais importantes dentro da FAB.

Com um efetivo aproximado de 1.600 integrantes, entre militares e funcionários civis, ainda apoia administrativamente o Destacamento do Controle e Espaço Aéreo de Campo Grande (DTCEA-CG) e a Prefeitura de Aeronáutica, que administra 370 residências. Conheça a seguir um pouco da vida e da história da Sentinela Alada do Pantanal.

leia mais

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário.

III COMAR – Um Comando Aéreo Regional de grandes proporções

36

Feira de Profissões do Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ).

“Voar, combater, vencer! Terceiro COMAR, apoio e tradição!” é o grito de guerra do Terceiro Comando Aéreo Regional, organização militar que representa o Comando da Aeronáutica nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

Com 72 anos de existência, o III COMAR tem a particularidade de reunir em sua área de jurisdição 84 unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) e 29,6% do efetivo. É o maior COMAR em termos de quantidade de unidades e efetivo, embora não o seja no que se refere à extensão territorial.

leia mais

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

1 Comentário

DCTA: a peça-chave do Programa Espacial Brasileiro

fpguetesueciaVocê sabia que o Brasil desenvolve foguetes de diversos tamanhos com bastante frequência? Sabia que, no território nacional, existem dois Centros de Lançamento, que são responsáveis por enviar esses engenhos aeroespaciais para o espaço? E que existem ainda diversas instituições que trabalham incansavelmente para permitir que esses foguetes cheguem ao destino e realizem os seus “voos” com o maior índice de acerto possível?

Se você, leitor do Força Aérea Blog, não sabia de tudo isso, permita-me apresentá-lo ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), organização do Comando da Aeronáutica, localizada em São José dos Campos (SP), que reúne a maioria das instituições responsáveis por executar o Programa Espacial Brasileiro.

leia mais

1 Comentário