Main menu

Diário de bordo de Cachimbo

Você sabia que existe apenas um Esquadrão da FAB presente no Hemisfério Norte? Acima da Linha do Equador? Pois é... na parte de cima do mapa mundi! Só assim para a gente sacar o tamanho do Brasil... E esse esquadrão é responsável pela garantia da soberania do Espaço Aéreo Brasileiro na Amazônia setentrional (região mais ao norte), cumprindo várias missões de defesa aérea, interceptação, ataque, entre outras. Prestem atenção, senhores: a Amazônia setentrional! Aquela de várias fronteiras, de grande riqueza cultural, histórica, ambiental... Deu pra entender a importância estratégica dessa Unidade Aérea, né?!

Então, daí que, uma vez por ano, essa Unidade pula o Equador e segue até o hemisfério sul para realizar um treinamento de guerra em outra organização da FAB, o Campo de Provas Brigadeiro Velloso (também conhecido como Serra do Cachimbo, localizado no sul do Pará).

E, a partir de agora, você embarca com essa Unidade, o Esquadrão Escorpião, nessa viagem, desde lá longe, do hemisfério norte, até o centro do Brasil! E a missão é: treinar o lançamento de muitas, mas muitas bombas!

Aperte o cinto (e suspensório) e vem com a gente!

Salvar vidas: #Éissoqueimporta

Apenas quem precisa de um órgão para sobreviver sabe como é angustiante a expectativa de receber a doação de outra pessoa. A espera constante, a luta diária pela sobrevivência, o envolvimento da família durante essa jornada...

Nas últimas semanas, você deve ter acompanhado a discussão sobre parte desse tema, ou seja, a participação da Força Aérea Brasileira nessa luta contra o tempo, para salvar vidas. E é sobre esse assunto - que despertou tanto interesse e tantas dúvidas em nossos seguidores nas mídias sociais, na imprensa, na população brasileira como um todo - que queremos hoje conversar e informar aqui no Blog.

Neste post, explicaremos todo o passo a passo dessa corrida pela vida! Desde a morte de uma pessoa e a autorização de sua família para a doação de um ou mais de seus órgãos, até a recepção pelo paciente que ganha outra chance com o órgão doado. São muitas pessoas envolvidas no processo, muitos profissionais, instituições e logísticas... e, por vezes, nossos militares também! Confira tudo agora e ajude-nos a compartilhar essa informação para que mais pessoas possam entender e compreender a importância da doação de órgãos e a participação da FAB nessa missão!

A FAB na tela da sua tv

A gente sabe que quem acompanha as mídias sociais da FAB e acessa aqui o blog simplesmente adora forças armadas, aviação, força aérea, enfim, quase tudo :)
 
É legal saber que tem gente que, às vezes, entende mais de aeronaves que militares do próprio efetivo! Sobretudo porque muitos, um dia, estarão aqui do outro lado, vestindo farda e contribuindo para a FAB!
 
Nesse post você vai descobrir a importância de apresentar a FAB na mídia! Para milhões de brasileiros! Vem com a gente! wink
 

Nossos guerreiros de 4 patas!

Que a Força Aérea Brasileira tem mais de 350 Unidades militares e em torno de 77 mil militares, isso você já sabia. Agora... você sabia que a FAB também tem vários canis espalhados pelo país, onde os chamados “cães de guerra” são treinados para realizar as mais diversas missões?

Pois então... esse é o tema do Força Aérea Blog de hoje: cães de guerra! Vem com a gente conhecer um pouco do trabalho desses guerreiros de quatro patas! laughing 

A ajuda quem vem do céu: #Patrulha

P-3 ORION“Os tubarões danificaram meu barco e não posso mais seguir viagem…”, “Há 20 tubarões aqui… eu contei”, “Na minha frente há uma aeronave do Brasil…”. Essa é a descrição do holandês Ebrahim Hemmantnia enquanto gravava um vídeo no meio do Oceano Atlântico, à deriva e cercado por tubarões. Ebrahim foi encontrado pela tripulação de uma aeronave P-3AM do Esquadrão Orungan (1º/7º GAv), às 17h45 do dia 30 de janeiro de 2015. Ele é mais um exemplo da importância do trabalho de Busca e Salvamento realizado pela Força Aérea Brasileira, numa área de 22 milhões de quilômetros quadrados. No post de hoje, veja o vídeo do Ebrahim e conheça os detalhes do Projeto que fortalece essa rede de Busca e Salvamento, o P-3BR. Vem com a gente! cool

Segurança de voo: Você nem imagina, mas pode ajudar a reduzir acidentes aéreos!

egito 2

Helicóptero sendo atingido por vários raios laser durante manifestações populares.

O que você faria se fosse um aviador e durante um voo, de repente perdesse a visão? Tenso, não? Imagine ainda se você se deparasse com algum objeto no ar capaz de paralisar um dos motores do avião? Nem precisa ser piloto para ter um ideia do perigo que essas situações representam. Infelizmente elas não estão presentes apenas no campo da imaginação. São comuns, até, e podem colocar em risco a vida de milhares de pessoas, todos os dias.

Você comanda! [Esquadrões de caça]

Você conhece as aeronaves da Força Aérea Brasileira? E os Esquadrões? Sabe onde estão localizados? Se você fosse o Comandante da Aeronáutica, como equiparia cada um deles nos próximos 25 anos para marcar os 100 anos da Força? Criaria mais algum? Mudaria seu posicionamento estratégico? Bem, isso tudo parece o “War” (o jogo mesmo tongue-out), mas é de fato bem real, e, para ser um bom Comandante, é preciso conhecer detalhes importantes das unidades da FAB, do Brasil e até do Mundo! Por ora, comecemos com os Esquadrões da Aviação de Caça, que são 12 ao todo! Você sabia que cada um deles tem um código? Uns até com significados bem curiosos. A gente conta agora esses e muitos outros detalhes. cool

Balões que atuarão na segurança das Olimpíadas nasceram no ITA

De um lado, o sonho que não se realizou; de outro, a paixão por jogos, videogames e tecnologia. A Engenharia como denominador comum e o ITA como celeiro de oportunidades! Com todos esses personagens, o resultado não seria outro: uma formação suada; experiências "somente" na Alemanha, França e instituições pouco conhecidas, tipo a NASA!; tongue-out e um empreendimento de sucesso escolhido para ajudar na segurança dos Jogos Olímpicos! Pois é... E você ainda não tem nem ideia do que fazer da vida! undecided Se eu fosse você, consideraria seguir este caminho! cool 

10 passos para entender o funcionamento da investigação e prevenção de acidentes aeronáuticos

Toda vez que um acidente com aeronaves ocorre no Brasil, é o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) quem investiga? Por que alguns acidentes não são investigados? Bom, pessoal, enquanto as perguntas sobre acidentes aeronáuticos não se esgotam facilmente, algumas dúvidas podem ser melhor esclarecidas se considerarmos alguns pontos em comum em diversos acontecimentos. Para isso, elaboramos 10 passos para que você possa entender como funciona o trabalho do CENIPA! wink É bom avisarmos, também, que, pra facilitar a sua compreensão, não iremos entrar em muitos detalhes quanto aos conceitos que diferem um acidente de um incidente aeronáutico, ok? Nesse caso, este blog é sobre acidente aeronáutico e, de qualquer forma, você pode sempre buscar mais informações nas legislações vigentes! Vamos lá, então?! cool

Cadê a tripulação?

Você já deve ter percebido o quanto os “drones” estão famosos por aí, né? Além disso, eles têm tido inúmeras utilizações... Drone que entrega pizza, drones na agricultura e na pecuária, drone nos casamentos, drone no combate ao Aedes Aegypti, no carnaval, monitorando queimadas, até drone abatido por moto aquática... surprised ONIPRESENTE, arroz de festa, tá em todo lugar e virou febre! Na Força Aérea Brasileira, esses robozinhos voadores são conhecidos pela sigla RPA (a tradução significa Aeronave Remotamente Pilotada). Quer saber como ele é aplicado por aqui? E a legislação, já conhece? Então vem com a gente! wink

10 expressões que você vai ouvir muito quando ingressar na FAB!

>>Ô guerreiro! Já tá torando na aula de novo?

>>Capitão, já engrenei tudo! Azeitei com o Coronel!

>>Tá safo! Mas fica arisco!

Oi?? Não entendeu nada, né!? Então, dê uma paradinha nos estudos e no treinamento físico e fique por dentro dos principais jargões utilizados no meio militar! Afine seus ouvidos, pois você vai ouvi-los muuuuuuuito quando passar em um de nossos exames de admissão! Aposto que ninguém te contou o que eles significam! tongue-out Mas o Força Aérea Blog te conta agora! cool

CFS ou EAGS? Oi?!

E aí, pessoal? Tudo certo nos estudos e exercícios físicos? Pelo título dá para pensar que a coisa é bem complicada. Parece, mas não é! As inscrições para o Estágio de Adaptação à Graduação de Sargentos (EAGS) já se encerraram cry, mas você pode se programar pro ano que vem! laughing As do Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS) encerram-se no dia 31 de março (ainda dá tempo de se inscrever!). Resolvemos dar uma ajudinha pra quem ainda está perdido e não sabe qual desses exames de admissão prestar! Além disso, dia 25 de março comemoramos o dia do Especialista de Aeronáutica! Então, tudo conspira para que esse post seja de grande ajuda, né? hehe tongue-out Esperamos corresponder às expectativas e ajudá-los! Vamos lá! Valendoo! laughing

A conquista do gelo

Alguma vez na sua vida você já pensou em ir para a Antártica? surprised Pode parecer ousado, mas tem uma galera que sonha com isso desde antes de ingressar na Força Aérea Brasileira! laughing A partir daí, a jornada para fazer parte da tripulação antártica é longa, mas aqueles que já desfrutam desse privilégio garantem que vale a pena! Você pode se perguntar: e dá para pousar lá?! Dá sim, mas ninguém disse que é fácil! yell

A casa do militar é onde ele estiver!

Às vezes, a vida do militar se parece muito com um episódio do “No Limite” tongue-out São casos de busca e salvamento, treinamentos, manobras; um misto de Rambo com MacGyver em cenários que só a geografia brasileira consegue oferecer! Na região Norte, em meio à floresta amazônica, por exemplo, em locais de difícil acesso, os militares da FAB conseguem se manter em lugares em que não há água potável, energia elétrica ou qualquer item que dependa de tecnologia. Mas é essa mesma tecnologia que agora permite transformar o dia a dia dos militares: para apoiar as missões, há uma grande estrutura que acompanha os grupamentos! No post de hoje, conheça o funcionamento da Unidade Celular de Intendência (UCI) da Base Aérea de Belém e como ela é operada! laughing

9 coisas que você precisa saber sobre o primeiro voo solo na AFA!

Você dedicou longas horas ao processo seletivo da Academia da Força Aérea e foi classificado! laughing Passou pelo Teste de Aptidão à Pilotagem Militar, fez o teste físico e realizou todos os exames médicos. Sobreviveu à saudade de casa durante o período de adaptação e finalmente está cursando o segundo ano do Curso de Formação de Oficiais Aviadores. Parabéns! cool Realmente, foi um longo caminho percorrido até aqui. Agora, é hora de dominar a aeronave T-25! Porém, mesmo que tenha imaginado esse momento por toda a sua vida, ainda existem certas informações que você não encontra numa pesquisa pela internet, não estão escritas em matérias do Portal da FAB e você não tem pra quem perguntar. Pensando em você, entrevistamos alguns cadetes e aviadores da Academia da Força Aérea para fazer a nossa lista das:

9 COISAS QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE O PRIMEIRO VOO SOLO NA ACADEMIA DA FORÇA AÉREA