Main menu
  • Slide 2

    Você dedicou longas horas ao processo seletivo da Academia da Força Aérea e foi classificado! laughing Passou pelo Teste de Aptidão à Pilotagem Militar, fez o teste físico e realizou todos os exames médicos. Sobreviveu à saudade de casa durante o período de adaptação e finalmente está cursando o segundo ano do Curso de Formação de Oficiais Aviadores. Parabéns! cool Realmente, foi um longo caminho percorrido até aqui. Agora, é hora de dominar a aeronave T-25! Porém, mesmo que tenha imaginado esse momento por toda a sua vida, ainda existem certas informações que você não encontra numa pesquisa pela internet, não estão escritas em matérias do Portal da FAB e você não tem pra quem perguntar. Pensando em você, entrevistamos alguns cadetes e aviadores da Academia da Força Aérea para fazer a nossa lista das:

    9 COISAS QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE O PRIMEIRO VOO SOLO NA ACADEMIA DA FORÇA AÉREA

  • Slide 5

    E aí, pessoal? Tudo certo nos estudos e exercícios físicos? Pelo título dá para pensar que a coisa é bem complicada. Parece, mas não é! As inscrições para o Estágio de Adaptação à Graduação de Sargentos (EAGS) já se encerraram cry, mas você pode se programar pro ano que vem! laughing As do Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS) encerram-se no dia 31 de março (ainda dá tempo de se inscrever!). Resolvemos dar uma ajudinha pra quem ainda está perdido e não sabe qual desses exames de admissão prestar! Além disso, dia 25 de março comemoramos o dia do Especialista de Aeronáutica! Então, tudo conspira para que esse post seja de grande ajuda, né? hehe tongue-out Esperamos corresponder às expectativas e ajudá-los! Vamos lá! Valendoo! laughing

  • Slide 4
  • Slide 1

    Motoqueiro ou Motociclista? undecided

    De acordo com o Dicionário Michaelis:

    Motoqueiro: Pessoa que conduz a moto.
    Motociclista: Pessoa que conduz uma motocicleta.

    Viu alguma diferença? É porque na realidade não existe.
    De qualquer forma, ficou convencionado que o motoqueiro é o mau condutor, que não segue as leis de trânsito e comete atos imprudentes; enquanto motociclistas são bons condutores, que andam conforme as normas de trânsito e não põem em risco a sua vida e a dos outros.

    Para sanar essas e outras dúvidas, preparamos um post para quem gosta de adrenalina sobre duas rodas. cool Vamos apresentar os Batedores da FAB, sua formação e onde atuam.

    Já viu alguma escolta? Presidencial, de autoridade ou outras? Então vem com a gente!

     

Política de Comentário do Blog

Concepção

O “Força Aérea Blog” é o blog oficial da Força Aérea Brasileira (FAB), um espaço de informação e entretenimento. Concebido pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER), cabe destacar que, dentre os diversos objetivos que permeiam essa ferramenta, maior relevância é delegada ao estreitamento de laços entre a própria Força e seu público internauta.

Nesse contexto, o blog foi desenvolvido com a finalidade de “abrir espaço” para que os assuntos de maior interesse do internauta sejam aprofundados e discutidos, tais como: formas de ingresso, escolas, carreira militar, treinamentos, atividade aérea, esclarecimentos e todo tipo de informação sobre o que é e como é a vida na caserna.

Por oportuno, o gerenciamento do “Força Aérea Blog”, bem como sua definição de pautas, manutenção e monitoramento diário constituem tarefa também do CECOMSAER.

 

Política de Comentário

Amigo internauta,

Nosso blog é um espaço aberto. Assim, com o intuito de zelar pelo bom convívio e interação com todos, solicitamos manter sempre o respeito ao comentar.

A participação do internauta com comentários e sugestões é de responsabilidade pessoal, bem como o respectivo nome de usuário e quaisquer outros dados disponibilizados. Dessa forma, a FAB não se responsabiliza por publicações com opiniões pessoais e não toma parte das opiniões explicitadas no blog. Ao aceitar comentar, você está automaticamente concordando com a presente política do blog.

Nesse contexto, o CECOMSAER elaborou um guia geral de postagem. Confira abaixo as regras fundamentais:

  • Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.
  • Não serão aceitas solicitações de promoção seja de ordem financeira e/ou comercial. Comentários desse cunho serão classificados como spam.
  • Os comentários são analisados antes de receberem liberação de postagem, todavia, não são editados.
  • Informações de caráter sensível ou classificadas como sigilosa não serão tratadas nesse espaço.
  • Sugestões de pauta e comentários sobre o que você gostaria de ler são bem-vindos e serão levados para análise.

Segurança de voo: Você nem imagina, mas pode ajudar a reduzir acidentes aéreos!

egito 2

Helicóptero sendo atingido por vários raios laser durante manifestações populares.

O que você faria se fosse um aviador e durante um voo, de repente perdesse a visão? Tenso, não? Imagine ainda se você se deparasse com algum objeto no ar capaz de paralisar um dos motores do avião? Nem precisa ser piloto para ter um ideia do perigo que essas situações representam. Infelizmente elas não estão presentes apenas no campo da imaginação. São comuns, até, e podem colocar em risco a vida de milhares de pessoas, todos os dias.

Os bastidores da jornada que nos levou ao ponto mais alto do Brasil

141118REZ9379(C)Paulo_RezendeImagine uma caminhada de quatro dias sob chuva constante e um trajeto de subidas difíceis e perigosas. Na bagagem, suprimentos, profissionalismo, técnica e coragem. O destino? O ponto mais alto do território brasileiro. A missão: Trocar a Bandeira Nacional. A partir de agora você acompanha os bastidores desse desafio. Esse é o relato da Tenente Jornalista Jussara Peccini e do Sargento Fotógrafo Paulo Rezende, enviados especiais do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, que acompanharam o último dos quatro dias encarados pelos militares do Batalhão de Infantaria de Manaus, responsáveis pela tarefa de chegar ao Pico da Neblina, numa missão pouco conhecida dos brasileiros, mas tão simbólica para a nação. Imperdível!