Main menu

EDA - A29-T27Após dois anos e três meses de adaptação à nova aeronave A-29 Super Tucano, o Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), conhecido popularmente como Esquadrilha da Fumaça, retoma a sua agenda  de apresentações pelos municípios do Brasil e feiras internacionais, trazendo algumas novidades. Quer saber o que mudou? Então nos acompanhe nesse breve post.

A primeira apresentação da Esquadrilha da Fumaça após a substituição da aeronave T-27 Tucano pelo A-29 Super Tucano aconteceu na última sexta-feira (03/07), na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga (SP), durante a cerimônia de entrega de espadins aos cadetes do primeiro ano.  Nessa oportunidade, algumas mudanças já puderam ser observadas pelo público presente. Além da substituição do modelo da aeronave (1), foram realizadas alterações no display da apresentação (2)  (seqüência ou linha de manobras realizadas), no sistema de emissão de fumaça (3), e na equipe de pilotos (4) e demais militares do Esquadrão.

 

1 – A NOVA AERONAVE: A-29 SUPER TUCANO

Quem acompanha o nosso blog já sabe que a nova aeronave da Fumaça é o A-29 Super Tucano, um turboélice militar multi-função produzido pela EMBRAER/Brasil. Mas o que isso significa?

Turboélice é um motor de reação mista, pois é, basicamente, um motor a jato acionando uma hélice. Multi-funçãoporque a aeronave está equipada com sistemas projetados não apenas para atender aos requisitos de treinamento, mas também para ataque leve. O modelo pode ser encontrado na disposição monoplace (um lugar) e biplace (dois lugares), sendo que os assentos são dispostos em tandem escalonados, ou seja, um à frente do outro.

Além do Brasil, o modelo é operado em vários outros países: Estados Unidos, Angola, Burkina Faso, Mauritânia, Colômbia, Chile, República Dominicana, Equador, Indonésia, entre outros. Segundo a Embraer Defesa & Segurança, ainda possuem cerca de 10 países em diferentes estágios da campanha de vendas do Super Tucano.

Já na Força Aérea Brasileira, o A-29 é empregado desde 2005, cumprindo missões de defesa aérea, treinamento avançado, ataque leve, escolta, patrulha aérea de combate e na formação de líderes da aviação de caça. Atualmente, equipa os seguintes esquadrões:

2º/5º Esquadrão (Joker) – Base Aérea de Natal (BANT)

1º/3º Esquadrão (Escorpião) – Base Aérea de Boa Vista (BABV)

2º/3º Esquadrão (Grifo) – Base Aérea de Porto Velho (BAPV)

3º/3º Esquadrão (Flecha) – Base Aérea de Campo Grande (BACG)

Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA/“Esquadrilha da Fumaça”) – Academia da Força Aérea (AFA) – Pirassununga (SP)

Em outubro de 2012, o EDA recebeu as aeronaves A-29 Super Tucano em substituição aos “Tucaninhos” (T-27). Com a chegada da nova aeronave, o Esquadrão preparou a despedida do T-27 e realizou a última apresentação com ele em 31 de março de 2013, em Brasília. Confira o clipe da despedida do T-27:

Desde aquela demonstração, a Fumaça interrompeu suas apresentações para iniciar o programa de implantação da nova aeronave.

As vantagens do novo avião?

O piloto apresenta maior gerenciamento do voo como um todo, em função dos sistemas do avião, tais como pressurização, sistema de alarmes sonoros e apresentação dos dados de voo para o piloto.

A aeronave propiciou, ainda, o retorno de antigas manobras que, antes realizadas pelo T-27 Tucano, há algum tempo estavam proibidas. Falo da Lanceváque e da Chumbóide, feitas agora com mais velocidade e capacidade proporcionadas pelo avião – Quer saber mais sobre elas? Se liga no nosso próximo tópico “As novas manobras”.

Embora se trate de um turboélice de alto desempenho, o custo operacional direto do Super Tucano é equivalente ao do Tucano, seu antecessor.

Veja ficha técnica das duas aeronaves:

FICHA TÉCNICA A29_T27

Além das diferenças essenciais de equipamentos e estrutura, o Super Tucano também inovou na pintura, trazendo as cores fortes e vibrantes da Bandeira Nacional.

Pintura - A29

A29 - super tucano

Confira todas as aeronaves utilizadas pelo EDA até a chegada do A-29 Super Tucano:

t_6 _5_

 

T-6 TEXAN

Operação no EDA: 1952 a 1976

Nº de Demonstrações: 1225

País de origem: EUA

Fabricante: North American Aviation

 

 

 

 

 

t_24 fouga magister _3_

 

T-24 SUPER FOUGA MAGISTER

Operação no EDA: 1969 a 1972

Nº de Demonstrações: 46

País de origem: França

Fabricante: Aérospatiale

 

 

 

 

 

t_25 _1_

 

T-25 UNIVERSAL

Operação no EDA: 1982 a 1983

Nº de Demonstrações: 55

País de origem: Brasil

Fabricante: Neiva

 

 

 

 

T-27-vit

 

T-27 TUCANO

Operação no EDA: 1983 a 2013

Nº de Demonstrações: 2363

País de origem: Brasil

Fabricante: EMBRAER

 

 

 

 

 

 

A-29 - vit

 A-29 SUPER TUCANO

Operação no EDA: A partir de julho de 2015

Nº de Demonstrações: 1 demonstração de estreia na AFA, no dia 3 de julho de 2015.

País de origem: Brasil

Fabricante: EMBRAER

Tempo da demonstração de bom tempo: 35 min

Nº de acrobacias durante a demonstração de bom tempo: 50

Altura mínima da demonstração: 300 pés – 100 m

 

 

 

 

Aeronaves - Fumaça

 

 

2 – AS NOVAS MANOBRAS

Com as capacidades do novo vetor aéreo, principalmente pela sua maior potência e estrutura robusta, o tradicionaldisplay de manobras da Esquadrilha sofreu algumas alterações. Está curioso para saber o resultado? Confira as primeiras imagens dos treinamentos realizados com a nova aeronave:

As acrobacias ficaram um pouco mais rápidas e duas manobras, “Lanceváque” e “Chumbóide”,  voltaram a ser realizadas:

LANCEVÁQUE: A manobra Lanceváque começou a ser realizada quando a aeronave utilizada ainda era o T-25 Universal (1981 a 1983). O Fumaceiro que adaptou a manobra para alcançar a sua execução foi o Major Celso Luis Cardoso Vilarinho, o então Capitão Vilarinho no início da década de 80.

A acrobacia foi inventada na década de 50 por um piloto tcheco, Ladislav Bezák, que voava um avião muito famoso, o Zlin 226. Poucos aviões eram capazes de realizar esta manobra e foi graças a ela que ele venceu seguidamente uma série de seis campeonatos europeus de acrobacias.

Primeiramente, o Major Vilarinho buscou realizá-la com o T-25, mas a aeronave ainda não possibilitava atingir a perfeição da acrobacia, devido ao seu desempenho. Foi com a chegada do T-27 na Esquadrilha que, finalmente, foi possível realizá-la, com as adaptações necessárias ao avião adotado, sendo sempre o ponto alto das demonstrações. A beleza do Lanceváque junto com a fumaça branca desenhada no céu é tamanha que sua permanência na demonstração é a certeza de muita emoção para o público. E agora, com a adoção de um avião mais potente, essa acrobacia volta a ser realizada, embelezando ainda mais as demonstrações da Esquadrilha da Fumaça. Confira uma gravação dessa manobra, feita por um espectador durante a demonstração de retorno do EDA, dia 03/07, na AFA.

CHUMBÓIDE: Os estudos sobre a manobra “Chumbóide” foram iniciados pelo Tenente-Coronel Ivan Nunes Siqueira Júnior. Segundo o Tenente-Coronel Siqueira, a manobra foi criada pelo campeão mundial de acrobacias aéreas, Erick Müller, sendo conhecida como manobra “Zimmerman”. Como o apelido do Cel Siqueira era “Chumbo” na época, a manobra introduzida em 1985, já com o T-27, recebeu o nome de “Chumbóide”. Nesta manobra, a aeronave realiza uma série de giros no ar.

Mesmo com a mudança de aeronave, continuam a ser realizadas manobras já conhecidas do público, como o “coração”, o “DNA”, a “panqueca” e o “dorsão”, quando as sete aeronaves voam de cabeça para baixo.

“Nós passamos dois anos em treinamento, desenvolvendo essas manobras, explorando o envelope de voo da nova aeronave”, explica o Tenente-Coronel Marcelo Gobett, atual Comandante do EDA.

3 – SISTEMA DE EMISSÃO DE FUMAÇA

Graças a um estudo da equipe, um novo óleo foi desenvolvido para que sua queima na produção da fumaça não agredisse a camada de ozônio nem contribuísse com o aquecimento global. O óleo entra em contato com o ar quente que sai pelo escapamento do motor e se transforma em fumaça. Esse tipo de óleo já atendeu, primeiramente, o Esquadrão de Demonstração Aérea da Marinha dos EUA – os “Blue Angels” -, entre outras esquadrilhas. Agora está atendendo também a Esquadrilha da Fumaça. laughing

“A fumaça é muito importante não só pelo traçado que faz durante as manobras realizadas pelas aeronaves, facilitando a visualização por parte do público, como serve de referência também para os pilotos, que, em voo, têm a ajuda na identificação da posição dos outros aviões durante uma demonstração”, afirma o Chefe da Seção de Material do EDA, Capitão Especialista Márcio Aparecido Tonisso.

O desenvolvimento do sistema de fumaça para os Super Tucanos aconteceu em parceria com os mecânicos do EDA, do Parque Material de Aeronáutica de Lagoa Santa e da Embraer, fabricante do avião. O projeto também inclui a criação de um software específico para a elaboração de escrita com a fumaça, seguindo a tradição iniciada em 1953, quando, sobre a Praia de Copacabana, o sistema de escrita no céu foi iniciado com apenas três letras: “FAB”.

4 – OS NOVOS PILOTOS

Durante o processo de implantação e adaptação à nova aeronave, novos integrantes foram incorporados e chegamos à seguinte formação:

Pilotos EDA

Eda - formação final

Veja mais informações dos pilotos.

EQUIPE 2015:

O Esquadrão de Demonstração Aérea é composto por 65 militares, entre oficiais, graduados e soldados. Além dos pilotos, a equipe conta com oficiais de outras áreas: Especialista em Aviões, Médico e Comunicação Social. Os “Anjos da Guarda”, como são carinhosamente chamados os Graduados das áreas administrativa e de manutenção de aeronaves, garantem, nos bastidores, a concretização do espetáculo realizado no céu. O grupo ainda é constituído por um grupo de soldados que auxilia nas mais diversas funções do Esquadrão.

Eda - Efetivo

A primeira apresentação pública do Esquadrão de Demonstração Aérea está marcada para esse final de semana, na EAB AIR SHOW, 18ª Feira Internacional de Aviação, que acontece entre os dias 9 e 12 de julho, no Aeroporto Regional Silvio Name Júnior, em Maringá (PR). Quem aparecer por lá vai ter a oportunidade de apreciar duas demonstrações: a primeira no sábado (11/07) e a segunda no domingo (12/07), ambas previstas para às 15h15, com cerca de 45 minutos e 50 manobras aéreas. Veja as expectativas para essa primeira demonstração pública.

Fique ligado! Em breve, divulgaremos uma agenda das próximas demonstrações! Quem sabe eles não estarão bem perto de você!!! smile

Nesse post, você conferiu as principais novidades da Esquadrilha da Fumaça. No entanto, caso você queira navegar um pouco mais no universo dos fumaceiros, acesse os canais:

SiteFacebookTwitterMapa - YoutubePicasaFlickr

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Comente pelo Facebook