Main menu

Operação AraucáriaVai que…”. Estas duas palavras representam muito o espiríto dessa postagem. Existem vários tipos de emergências que podemos – e devemos – nos preparar com antecedência. Você já parou para pensar? O que devo fazer em caso de um Apocalipse Zumbi? Pode rir, mas quando acontecer você vai ficar feliz por ter lido esse texto antes. E, no mínimo, ainda descobrir coisas que realmente te ajudarão em reais emergências. Não se preocupe, a Força Aérea Brasileira se prepara para qualquer problema. Inclusive mortos-vivos. Vem com a gente…

 

 

 

Operação Araucária

#SobreZumbis

Em livros, programas de televisão e filmes – olá fãs de The Walking Dead e Resident Evil – os zumbis, em geral, são criados por vírus, que pode ser retransmitido por meio de mordidas ou troca de fluidos corporais. Por definição, é uma criatura morta que volta à vida e age de forma instintiva, privada de vontade própria. A crença é originalmente haitiana, com passagens pelo voodoo, mas evoluiu de tamanha forma na cultura pop que tomou dimensões próprias e características cada vez mais reais. É para esse cenário, de completa destruição e de um planeta dominado pelos mortos-vivos, que você precisa estar preparado.EXEC 4/Operção Teseu

Não adianta chorar pelo leite derramado – ou – Melhor prevenir do que remediar

EXEC 4/Operção TeseuEntão vamos ao que interessa. Em caso de epidemia zumbi, vampiros e múmias – mortos-vivos em geral – bem como terremotos e enchentes, por exemplo, é importante que você mantenha em casa um kit de sobrevivência.

O kit deve incluir itens básicos. Leia-se água, comida e outros suprimentos que possam ser usados pelos primeiros dois dias de fuga, período que você vai precisar para encontrar um acampamento de refugiados livres de zumbi.

#FiquePorDentro: A Força Aérea Brasileira mantém planos atualizados e realiza treinamentos constantes quanto a sistemas de evacuação, Busca e Salvamento, assim como locais definidos de hospitais de campanha e de campos de refugiados com capacidade para milhares de pessoas, entre eles, o Campo de Provas Brigadeiro Velloso, localizado na Serra do Cachimbo, no Pará. A região de difícil acesso e a baixa densidade demográfica também contribuem para o isolamento do local e a sobrevivência durante a crise. No caso de desastres naturais, o kit ajudará você e sua família até que o fornecimento desses itens retorne ao normal.

Vamos ao chek-list do que deve haver no kit:Operação Araucária

. Água (4 litros por pessoa)

. Comida (Estoque alimentos não perecíveis que você já come no dia a dia)

. Medicamentos (Incluindo o que sua família precisa diariamente e remédios em geral a serem usados em caso de primeiros socorros, como dores e pequenos cortes. Evite ser mordido. Nenhum remédio ajudará nesse caso)

. Ferramentas de apoio (Facas, fitas adesivas, pilhas, baterias etc.)

. Produtos de higiene pessoal

. Roupas limpas e lençois (Além de roupas para o frio)

. Documentos Importantes (Cópias de identidade, carteira de motorista, passaporte…)

Kit de emergência pronto, bole um plano! Com sua família, defina o que deverão fazer caso apareçam zumbis na sua casa ou se é prudente procurar abrigo em outro lugar ou esperar pelo resgate. Isso também vale para outros tipos de desastres e emergências. 121006_SLO_2124©Silva Lopes

#BizusFAB:

1. Avalie quais são os tipos de emergências possíveis na sua região – além do apocalipse zumbi.

2. Defina um lugar de reencontro para que seu grupo possa se reunir, caso a residência seja invadida ou sua cidade tenha sido evacuada. Escolha lugares mais próximos para situações de retirada emergencial da sua casa; e lugares mais distantes, se não conseguir voltar.EXEC 4/Operção Teseu

3. Mantenha sua lista de contatos emergenciais atualizada. Isso inclui polícia, bombeiros e o time de voluntários contra ataques zumbis mais próximos de você.

4. Planeje sua rota de evacuação. Quando zumbis estão sedentos por comida (cérebro, carne e afins…), eles não pararão até que consigam se alimentar, o que significa que você precisa se livrar deles o mais rápido possível. Basicamente, saia da cidade!! Por isso, defina para onde irá, por meio de diferentes rotas. Conheça e siga o plano de evacuação de sua cidade. Isso também ajuda se você tiver abrigos na região e irá precisar alcançá-los rapidamente.

É claro que em um apocalipse Zumbi como conhecemos, dificilmente há uma forma de cura. Então, tenha sempre por perto a forma de proteção de sua preferência. Vale qualquer coisa, contanto que você mire bem na cabeça. Não esqueça, essa parte é importante. Mantenha-se em forma. Corrida vai fazer parte da sua vida. Também vale preparar a pontaria com antecedência. Videogame, paintball, arco e flecha, tiro esportivo… tudo isso pode fazer a diferença entre a vida e a morte em um mundo de milhões de zumbis loucos por você.120925BAT5543(c)Bruno_Batista

Não tenha medo, estamos prontos

Lógico que tudo isso não passa de uma brincadeira nossa para marcar o 1º de abril, como você já deve ter percebido. Mas o importante mesmo é saber que, se zumbis começarem a andar pela rua, a Força Aérea estará mesmo capacitada para combatê-los e ajudar a população. Além da ação de Busca e Salvamento, onde somos referência mundial, o combate aos zumbis será muito parecido com o modelo aplicado para casos de desastres químicos, biológicos, radiológicos e nucleares. Resumidamente, áreas de proteção, descontaminação, assistência médica, isolamento, controle de infecção e quarentena seriam termos muito comuns no início da epidemia.

Equipes bem preparadas e equipamentos de qualidade são, aliás, consequência dos grandes eventos realizados no Brasil nos últimos anos, como você pode conferir abaixo na revista Aerovisão especial da Copa do Mundo:

Nova Imagem (1)

Engenharia QuímicaNesse ponto, trabalharíamos em conjunto com várias outras organizações, como as demais Forças Armadas e a ANVISA. É bem provável, que, nesse ambiente, investigássemos as causas da doença, a fonte da infecção/vírus, modo de transmissão, como quebrar esse ciclo e forma de tratamento dos pacientes. Médicos e cientistas são fundamentais nessa crise. Se possível, tenha sempre um deles no seu grupo.

E aí, vai se preparar? Concorda que nunca é demais? Conte pra gente sua opinião! Até a próxima! wink

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Comente pelo Facebook