Main menu

Formatura do ITA

Formatura do ITA

Para a maioria das pessoas, o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) dispensa apresentações. Esta unidade da Força Aérea Brasileira é conhecida nacionalmente pela excelência no ensino da Engenharia em seis especialidades: Aeronáutica, Eletrônica, Civil-Aeronáutica, Mecânica-Aeronáutica, Computação e Aeroespacial. Além de um ensino de qualidade, os alunos contam com alojamento e alimentação gratuitos durante todo o curso, garantindo a infraestrutura necessária para a dedicação aos estudos, além de receberem um soldo.

As exigências durante o curso são rígidas. Isso faz com que muitas pessoas pensem que a vida dos alunos do ITA é restrita a aulas, longas horas de estudos, listas intermináveis de exercícios e provas, mas não é bem assim…

No ITA, os alunos têm uma vida intensa e repleta de atividades, muitas no H8 (alojamento onde vivem durante o curso). Quando os alunos chegam ao ITA, eles são apresentados a uma cultura “iteana”, com valores e costumes muito peculiares, além de um código de conduta, fatores que o tornam distintos depois de formados, tanto no ambiente de trabalho quanto na vida pessoal. Nesta cultura interna, se inclui o desenvolvimento de atividades extracurriculares, chamadas de Iniciativas.

Mas o que são as Iniciativas??? São projetos voluntários dos próprios alunos, com o objetivo de desenvolver novas competências, como por exemplo: trabalho em equipe, liderança, responsabilidade social e conhecimento prático em engenharia.

Alunos do ITA

Alunos do ITA

A primeira Iniciativa é o Centro Acadêmico Santos Dumont (CASD), que nasceu praticamente com o próprio ITA, justamente para levar vida além dos estudos. Inicialmente o CASD promovia ações culturais e esportivas para os alunos. Atualmente, tem a função de apoiar e representá-los, intermediar a convivência entre eles no H8 e servir como um elo deles com os ex-alunos.

Já as atividades culturais, como apresentação de shows e peças de teatro no campus, ficam sob a responsabilidade do chamado DepCult. Ele é um departamento do CASD, com funcionamento autônomo, possuindo inclusive diretoria, membros e orçamento próprio.

ITA

ITA

Depois surgiu a Atlética, focada em promover exclusivamente as atividades esportivas. Leva o ITA a campeonatos em outras universidades e promove torneios internos. Dentre estes, o destaque é o “Torneio Semana da Asa”, uma alusão às comemorações da Aviação.  É um evento esportivo com 13 modalidades e reúne no ITA mais seis faculdades (UNIFEI, UFRJ, IME, UNICAMP, UNIFESP-SJC e UNESP-SJC). É um evento organizado por alunos do ITA, que mobiliza grande parte da comunidade.

Há também iniciativas que visam o aprimoramento do ensino e participação em competições técnicas nacionais e internacionais, como o Aerodesign. A primeira competição foi no ano 2000 e, desde então, só vem ampliando seu engajamento entre os alunos. Neste ano de 2014, a equipe será composta por 45 membros, alunos do 1º ao 5º ano, que trabalham disciplinas de engenharia aeronáutica, computação, mecânica e eletrônica.

Aerodesign

Aerodesign

Aerodesign

Aerodesign

Na mesma linha, tem o Rocket Design, com o objetivo de elaborar um pequeno foguete.  É um projeto prático, baseado na engenharia de sistemas, que envolve conhecimentos de química, eletrônica e computação, além de aeroespacial, é claro! Atualmente, esta iniciativa tem 14 membros, do 2º ao 5º ano, e mais 19 só do primeiro ano.

Existe também o ITA BAJA, que é uma equipe destinada a desenvolver o veículo off-road para as competições BAJA SAE BRASIL. A competição tem fases regionais e a final nacional, que acontece na cidade de Piracicaba/SP. O mais importante para a equipe é desenvolver um ambiente desafiador, com soluções inovadoras de engenharia e visa o acúmulo de conhecimentos teóricos e práticos relativos à engenharia automobilística.

ITA BAJA

ITA BAJA

ITA BAJA

ITA BAJA

O ITA Androids é mais uma iniciativa técnica, que busca a participação do Instituto em competições de robótica, entre elas a RoboCup, Corrida de humanóides, Sumo de robôs, Lego educacional, Soccer Simulation 3D e 2D. Este último recebeu o prêmio de melhor da América, ficando à frente inclusive de universidades americanas.

ITA Androids

ITA Androids CISR (sumo)

ITA Androids - 1º lugar Soccer 3d 2013

ITA Androids – 1º lugar Soccer 3d 2013

ITA Androids Lab

ITA Androids Lab

Uma iniciativa com foco social são os Cursos CASD.  Nascido há 16 anos, o projeto oferece cursos preparatórios para vestibulares e para o vestibulinho do Colégio Embraer, muito disputado na região de São José dos Campos/SP. Os cursos são destinados a adolescentes de baixa renda, que não teriam outra possibilidade de acesso a um ensino de qualidade. As aulas são ministradas por alunos e professores do ITA e outros professores contratados.

CASD

CASD

Os resultados têm sido excelentes: mais de 2.000 aprovações em universidades públicas, como USP, UNESP e UNICAMP, sendo mais de 300 somente no ano de 2013. Nesse sentido, existe ainda o CASSIS, que presta ajuda às comunidades carentes e ONGs da região.

A ITA Junior é uma empresa Junior do ITA. Criada em 1992, oferece serviços de consultoria tecnológica, realizando projetos nas áreas de Engenharia e Informática. Tal iniciativa visa realizar o contato entre o mercado e os alunos, desenvolver as habilidades técnicas dos membros e se tornar uma referência no setor.

Agora, você já se perguntou como financiar todas estas iniciativas? Para  suprir essa necessidade surgiu a Associação Acadêmica Santos-Dumont. Criada com o objetivo de arrecadar fundos que financiassem as iniciativas dos alunos, hoje acumula outras metas: apoiar com bolsas alunos carentes (sim, diferente do que muitos pensam, há um número significativo de alunos de baixa renda no ITA), investir nas instalações de uso comum do H8 (a maioria dedicada às iniciativas) e viabilizar patrocínios para levar os “iteanos” para a Olimpíada Mundial de Matemática. O ITA acumula 31 condecorações nessa competição.

Enfim, a vida no ITA é repleta de interação e atividades que aprimoram o conhecimento acadêmico e prático dos alunos, além de levar os alunos ao convívio com novas experiências e o convívio com outras universidades.

Laboratório de plasma

Laboratório de plasma

Um pouco de história…

“… um estabelecimento de ensino e educação, preocupado em formar técnicos competentes e cidadãos conscientes …” (Casimiro Montenegro Filho, 1954)

“… um estabelecimento de ensino e educação preocupado em formar técnicos competentes e cidadãos conscientes …” (Casimiro Montenegro Filho, 1954)

O Curso de Engenharia Aeronáutica foi criado em 1939 para ser ministrado na então Escola Técnica do Exército (ETE, no Rio de Janeiro, atual Instituto Militar de Engenharia, IME). Foi nesse curso que Casimiro Montenegro Filho formou-se Engenheiro Aeronáutico. Em 1947 os Diplomas de Engenheiro Aeronáutico passaram a ser registrados no então Ministério da Aeronáutica, MAER, e foram contratados os primeiros professores em nome do ITA, com o curso ainda ministrado na ETE. Em 1950 os Cursos de Preparação e Formação de Engenheiros de Aeronáutica foram transformados nos Cursos Fundamental e Curso Profissional e o ITA foi instalado no então Centro Técnico de Aeronáutica (CTA), em São José dos Campos/SP (hoje Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial – DCTA).

Em 1951, foi implantado o curso de Engenharia Eletrônica; em 1962, o curso de Engenharia Mecânica (transformado em Engenharia Mecânica-Aeronáutica, em 1975); em 1975, o curso de Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica (transformado em Engenharia Civil-Aeronáutica em 2006); e, em 1989, o curso de Engenharia de Computação.

O início dos cursos de pós-graduação oferecidos pelo ITA, em 1961, marcou não apenas a implantação, no Brasil, da pós-graduação em Engenharia, como também a introdução de um modelo que viria a ser adotado em diversos pontos do País. Atualmente existem os programas de Pós-Graduação em Engenharia Aeronáutica e Mecânica, Engenharia Eletrônica e Computação, Física, Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica e Ciências e Tecnologias Espaciais.

Em fevereiro de 2010, foi criado o curso de graduação em Engenharia Aeroespacial (Portaria Nº 52/GC3, Comando da Aeronáutica), que tem por objetivo formar recursos humanos especializados para atender à demanda do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE).

Se você tem interesse em ingressar, confira algumas informações importantes:

Quais são as idades mínima e máxima para ingressar no ITA?

Não há idade mínima, desde que o candidato tenha concluído ou esteja concluindo o ensino médio no ano da inscrição. A idade máxima é de 23 anos completos até 31/dez do ano da inscrição.

Em que especialidade de engenharia do ITA os candidatos têm maiores chances de melhores classificações?

A especialidade não tem influência na classificação, uma vez que a convocação é feita a partir da média geral.

O aluno pode trocar de especialidade durante o curso?

No final do Curso Fundamental, que são os dois primeiros anos comuns a todas as especialidades, o aluno poderá pleitear a mudança de opção.

Existem atividades extracurriculares para os alunos?

Sim, na área científica, destaca-se a Olimpíada de Física, destinada a alunos do Curso Fundamental, o projeto Aerodesign para os de Engenharia Aeronáutica e Mecânica-Aeronáutica, o Futebol de Robôs para os de Engenharia Eletrônica e Engenharia de Computação, e o projeto do Mini-baja para os de Engenharia Mecânica-Aeronáutica. Na área cultural e esportiva, os alunos têm atividades na semana de arte e interação com outras universidades, para os jogos dos torneios e outras atividades extracurriculares.

Quer mais informações? Acesse o site do ITA: http://www.ita.br/

Curtiu? Confira então algumas fotos de uma formatura do ITA:

Formatura do ITA

Formatura do ITA

Formatura do ITA

Formatura do ITA

 

Formatura do ITA

Formatura do ITA

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Comente pelo Facebook