Main menu

Como faço para ingressar na Força Aérea Brasileira? Esse tipo de pergunta é enviada diariamente à Força Aérea, por vários meios: via fale conosco, SIC, cartas, e-mails e, de forma mais intensa, pelas mídias sociais da FAB. E você, caro internauta, é uma das pessoas que têm essa dúvida? Esse post, então, foi feito especialmente para você. Montamos um guia ultimate esclarecendo as principais dúvidas sobre o tema e esperamos que ele seja de grande ajuda na sua jornada para se tornar um membro de nossa Força Aérea Brasileira. Vamos lá?

 

Entre as mais variadas siglas, quadros, especialidades e carreiras da FAB, é importante que você tenha em mente, inicialmente, essa ideia: há duas formas de ingresso: o alistamento e o concurso público.

O Alistamento:

O que é?

O Serviço Militar consiste no exercício de atividades específicas desempenhadas nas Forças Armadas e compreende a mobilização de parcela da população para todos os encargos relacionados com à Defesa Nacional. O Serviço Militar é, ainda, a oportunidade para o jovem compreender a importância das Forças Armadas para a defesa e promoção dos interesses nacionais.

Para quem?

Para os homens, no ano em que completam 18 anos de idade. É bom lembrar que o alistamento é obrigatório para todo cidadão brasileiro do sexo masculino.

Sou homem e estou completando 18 anos. Qual o procedimento, então?

Nos primeiros seis meses de cada ano, o brasileiro que completar 18 (dezoito) anos de idade até o dia 31 de dezembro deve procurar a Junta de Serviço Militar mais próxima da sua cidade. Encontre o local mais perto de você:

https://www.sermilweb.eb.mil.br/sermilweb/jsm.action

O que devo levar?

Ao se dirigir a uma Junta de Serviço Militar, o brasileiro deverá estar munido dos seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento ou documento de identidade. No caso de ser naturalizado ou por opção, levar a prova de naturalização ou certidão do termo de opção;
  • Comprovante de residência ou declaração firmada pelo alistando ou por procurador; e 01 (uma) fotografia 3×4 (recente, de frente e sem retoques)

Quero servir na FAB, posso escolher?

Bom, durante a Seleção Geral, você poderá indicar sua preferência pela Marinha, Exército ou Força Aérea. No entanto, somente será atendido caso venha a se enquadrar nos perfis e padrões previamente estabelecidos para cada Força Armada, de acordo com a disponibilidade de vagas.

Não me alistei, e agora?

Após o prazo de 30 de junho, o brasileiro deve comparecer a uma Junta de Serviço Militar, pagar a multa prevista na legislação vigente e realizar o seu alistamento militar. Neste caso, o candidato concorrerá à seleção geral realizada no mesmo ano do alistamento podendo ser incorporado no quartel, no ano seguinte. Quem se alista, após os seis primeiros meses, será encaminhado à seleção geral do ano seguinte ao alistamento.

Outros detalhes que você deve se ater quanto ao serviço militar/alistamento:

  • Se você quer servir e foi dispensado, a única forma de ingresso passa a ser por meio de concurso público.
  • O tempo de Serviço Militar também conta para a aposentadoria, de acordo com o inciso I, do art. 55, da Lei nº 8213/1991.

Qual o tempo mínimo e máximo de serviço?

Depois de participar de todo o processo seletivo, o candidato que for convocado deverá servir por, pelo menos, um ano. Esse período pode ser reduzido para dois meses ou prorrogado por até seis meses. Ao término do primeiro ano, o soldado pode requisitar permanecer por mais 1 ano e, depois, ainda pode solicitar a permanência por mais 2 anos. Ao final de 4 anos, ele deve prestar concurso para promoção (de soldado de segunda classe para soldado de primeira classe) ou será automaticamente dispensado.

Qual a posição ocupada?

O convocado pelo alistamento militar servirá, inicialmente, como soldado de segunda classe. É a primeira posição na hierarquia militar, conforme quadro abaixo:

hierarquiaaeronautica

Esse assunto não se esgota e, caso você ainda tenha dúvidas, recomendamos alguns links para te ajudar:

http://dsm.dgp.eb.mil.br/index.php/2013-01-16-18-59-47/servico-militar

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4375.htm

Anotou todas as dicas, jovem? Então vamos à próxima forma de ingresso: concurso

___________________________________________________________________________________________

Como ingressar na Força Aérea por meio de concurso público?

Ensaio HFAB

Há vários concursos para a FAB, que variam conforme critérios de idade e escolaridade. Aqui vamos abordar as opções de acordo com esses critérios, mas é importante lembrar que requisitos específicos se aplicam a cada concurso, quadro, especialidade, etc.

Ressaltamos, também, que há vários outros detalhes de cada quadro e esse panorama geral é apenas para auxiliá-lo na sua escolha! Nesse primeiro post, falaremos das opções para cursar um ensino superior/técnico na FAB. Num próximo momento trataremos de concursos para quem já tem o ensino superior, ok?

Prédio do Comando

EPCAR

O que é?

A Escola Preparatória de Cadetes do Ar, em Barbacena – MG, é uma escola de Ensino Médio para alunos que estudam com foco na carreira de aviação, a ser cursada posteriormente na Academia da Força Aérea.

Para quem?

Atualmente só permite o ingresso de homens. Lembramos que o requisito de idade é que o candidato não tenha menos de 14 anos, nem complete 19 anos até o dia 31 de dezembro do ano da matrícula (conforme alínea “a”, inciso V, Art. 20 da Lei nº 12.464)

Inscrições?

O concurso para a EPCAR é o CPCAR e o edital geralmente é divulgado em meados de maio. As informações são disponibilizadas no site: http://concursos.epcar.aer.mil.br/

Conheça a rotina dos cadetes no FABTV:

Parada diária na AFA AFA

O que é?

A Academia da Força Aérea fica em Pirassununga – SP e é, por sua vez, uma escola de Ensino Superior para formação em uma das seguintes áreas: aviação (CFOAV), intendência (CFOINT) e infantaria (CFOINF). O militar se formará, ao final de 4 anos, e portará dois diplomas: um de bacharel em administração (com ênfase em administração pública) e outro inerente ao curso: aviadores recebem diploma de Ciências Aeronáuticas (com habilitação em Aviação Militar), intendentes são diplomados em Ciências Logísticas (com habilitação em Intendência) e infantes recebem diploma de Ciências Militares (com habilitação em Infantaria).

Para quem?

Para homens e mulheres (exceto para a especialidade de infantaria) que tenham completado o ensino médio e possuam os demais requisitos previstos em edital. Quanto à idade, o candidato não por ter menos de 17 anos, nem completar 23 anos até o dia 31 de dezembro do ano da matrícula (conforme alínea “a”, inciso V, Art. 20 da Lei nº 12.464)

Inscrições?

Os concursos para a AFA são: CFOAV, CFOINT e CFOINF e o edital com informações sobre matérias, locais de provas e etc é divulgado em meados de abril. As informações são disponibilizadas no site: http://concursos.epcar.aer.mil.br/

Saiba mais sobre a escola em:

Prédio do ComandoEEAR

O que é?

A Escola de Especialistas de Aeronáutica fica em Guaratinguetá – SP e forma os graduados, ou sargentos, da Força Aérea Brasileira. A formação dura de 6 meses a 2 anos, dependendo de qual quadro o militar ingressar. Os cursos oferecidos pela EEAR são para formar técnicos ou absorver do meio civil as pessoas que já tenham alguns dos cursos de interesse da instituição. Saiba mais sobre as duas modalidades de ingresso e as respectivas especialidades.

Para quem?

Para homens e mulheres que tenham completado o ensino médio ou possuam curso técnico nas especialidades requisitadas pela Aeronáutica. O candidato a esse concurso não pode ter menos de 17 anos, nem completar 25 anos até o dia 31 de dezembro do ano da matrícula (conforme alínea “a”, inciso V, Art. 20 da Lei nº 12.464)

Inscrições?

O edital pode sair ao longo dos 4 primeiros meses do ano no site: http://concursos.eear.aer.mil.br/

Saiba mais sobre a escola no vídeo:

131205ENI2627(c)Enilton_KirchhofITA

O que é?

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica tem sua sede em São José dos Campos, no interior de São Paulo, e forma os engenheiros da Força Aérea Brasileira. O ITA é uma escola de Ensino Superior. São oferecidas seis diferentes engenharias: Aeronáutica, Eletrônica, Civil-Aeronáutica, Mecânica-Aeronáutica, Computação e Aeroespacial. Durante a formação, os alunos poderão escolher se serão militares (seguindo carreira na FAB) ou se continuarão como civis.

Para quem?

Para homens e mulheres que tenham completado o ensino médio. O candidato a esse concurso não pode completar 25 anos até o dia 31 de dezembro do ano da matrícula (conforme alínea “a”, inciso V, Art. 20 da Lei nº 12.464).

Inscrições?

Há somente uma prova por ano, e o edital sai em meados de outubro/novembro no: www.ita.br

Curtiu as dicas? Qual concurso você vai prestar? Em breve temos mais dicas sobre as formas de ingresso para quem já tem ensino superior. Tá curioso? Algumas informações estão em: www.fab.mil.br/ingresso.

Até lá!

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Comente pelo Facebook