Main menu

Fui resgatado!

“No dia anterior ao resgate, q140902REZ9320(C)Paulo_Rezende-moduando houve a confirmação de que eu seria ‘o resgatado’, imediatamente veio aquele frio na barriga e o nó na garganta… pensei: Por que fui inventar de me voluntariar? Adoramos enfrentar desafios, mas quando ele está, de fato, à nossa frente, não é nada muito agradável, às vezes até um pouco assustador.

Seria muito mais fácil fazer a cobertura jornalística/mídias sociais do Exercício Operacional CSAR 2014 no pátio da Base Aérea de Campo Grande (BACG), registrando a chegada e saída de aeronaves e utilizando o apoio de computadores e internet na barraca operacional climatizada montada para o Exercício.”

6 coisas que você não sabia sobre a CRUZEX

Media Flight - CRUZEX V“O Nordeste está em guerra”. Já imaginou abrir o jornal e dar de cara com uma notícia dessas? Bom, pessoal, mesmo que pareça improvável, é fundamental estarmos prontos para o combate, não é mesmo? Por isso, a Força Aérea Brasileira (FAB) criou o Exercício Cruzeiro do Sul (CRUZEX), para treinar seus militares em situações de conflito. A primeira edição aconteceu em 2002 e, desde então, tem mudado e aperfeiçoado a forma de empregar o poder aéreo na FAB. Operações como a CRUZEX são oportunidades únicas de os países trocarem informações, doutrinas e aperfeiçoarem a forma de agir em missões reais.

Às vésperas do início da CRUZEX Flight 2013, o post de hoje vai te levar numa viagem no tempo, relembrando os episódios que mais marcaram as seis edições, além de alguns dados que provavelmente você não sabia sobre o maior exercício de guerra simulada da América Latina.

Operação Laçador: simulação de conflito real entre países

laçadorNa última segunda-feira (16/9), iniciou na região sul do Brasil a Operação Laçador, um exercício de adestramento conjunto conduzido pelo Ministério da Defesa, com a participação da Marinha, do Exército e da Força Aérea, sob a coordenação do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA). Mais de 8.000 militares das três Forças estão envolvidos.

Nesse exercício estão planejadas ações diretas de Forças Especiais, transporte de tropa com pouso de assalto, transposição de curso D água, controle de localidade, ações sobre reserva inimiga e tropas de defesa de área de retaguarda, estabelecimento de cabeça de ponte aérea, patrulha antissubmarino, defesa de ponto sensível com apoio da artilharia antiaérea, controle de danos, ressuprimento aéreo, entre outras. Tudo isso visando o adestramento de ações críticas de combate, apoio ao combate e apoio logístico, singulares e/ou conjuntas.